Lázaro Oliveira, treinador do Estrela da Amadora, assumiu a má primeira parte da sua equipa na conferência de imprensa após a derrota por 2-0 no Estádio do Dragão. O técnico lamentou que os seus jogadores tivessem vestido «o fato de gala em vez do fato-macaco».

«Não era este o resultado que pretendíamos. As esperanças de estar no Jamor são agora menores, pois o F.C. Porto parte com uma vantagem boa para a segunda-mão. As coisas estão mais difíceis. Fomos inexistentes nos primeiros 45 minutos. Entrámos muito amorfos. Vestimos o fato de gala em vez do fato-macaco no primeiro tempo. Na segunda parte chegámos mais vezes à baliza do F.C. Porto e estivemos muito melhor. Ao intervalo os meus jogadores entenderam a minha mensagem e melhorámos muito.»