Braga, avançado da equipa da casa, regressou aos golos seis meses depois e, tal como sucedeu frente ao F.C. Porto, com um bis, aos 36 e 41 minutos. No primeiro golo aproveitou a distracção de Nilson, no segundo atirou uma bomba de fora da área.

Mas foram os visitantes os primeiros a colocar-se em vantagem, por intermédio de Nuno Assis, na conversão de uma grande penalidade, logo aos 13 minutos. Depois da reviravolta do Leixões, Marquinho voltou a igualar a partida à passagem do minuto 64.

Com este resultado, o Leixões ainda pode acalentar o sonho europeu, face ao calendário a priori mais acessível que Sp. Braga e Nacional, ao contrário do V. Guimarães, que, a 13 pontos do quinto classificado, dificilmente repetirá a presença nas competições europeias.