O anterior máximo em 2005/06, estabelecido logo no arranque da prova, pertencia a Paulo Santos, guarda-redes do Sporting de Braga. O internacional português conseguiu manter-se invicto durante 595 minutos. Até que Andrés Madrid lhe marcou um autogolo, em Vila do Conde, frente ao Rio Ave.

Quanto a Moretto, o último golo que sofreu data de 23 de Outubro. Foi em Setúbal, frente ao Vitória de Guimarães, e na altura o golo de Saganowski, aos 36 minutos, valeu a derrota da equipa de Norton de Matos.

O golo de Rincon, aos 69 minutos, fixou o novo máximo em 663 minutos. Haverá quem faça melhor do que Moretto, em 2005/06?

O melhor registo de sempre sem sofrer golos continua a pertencer a Vítor Baía: em 1991/92 esteve 1190 minutos sem encaixar qualquer golos, na baliza do F.C. Porto.