A equipa de Quique Flores recuperou moral, com a vitória folgada em Setúbal (0-4), mas perdeu algo bem mais importante: tempo de recuperação. As «águias» voltaram às goleadas, quase uma volta depois do jogo com o Marítimo, mas têm agora só cinco «finais» para recuperar algum dos lugares cimeiros (em cenários realistas para chegar ao segundo lugar).

O Sporting também tem menos uma jornada para chegar ao título, mas em contrapartida reduziu também as possibilidades de perder o segundo lugar. O triunfo em Guimarães (1-2) marcou, pela forma como foi alcançado, mas deixou também marcas. João Moutinho, Derlei e o próprio Paulo Bento vão ver da bancada o jogo com o Estrela da Amadora.

Durante cerca de 24 horas o Sporting esteve bem perto da liderança, mas o F.C. Porto, mesmo na ressaca da eliminação europeia e no primeiro jogo pós-Lucho, conseguiu garantir mais três pontos. Indiferentes ao lance polémico da primeira parte, os «dragões» arrancaram a todo o gás na segunda parte e alcançaram um triunfo folgado (0-3).

Algumas horas mais tarde era a vez do Benfica vencer. De resto, os três «grandes» venceram na mesma ronda, mais uma vez, o que tem acontecido nos últimos tempos sempre que têm todos compromissos fora de casa.

Luta europeia sem grandes avanços

Na disputa por um lugar europeu, toda a gente deu um passo em falso. Nacional e Sp.Braga anularam-se na Madeira (1-1), e os madeirenses continuam com um ponto de avanço sobre os «arsenalistas». O Marítimo podia aproximar-se, mas empatou o quinto jogo consecutivo (1-1), desta feita frente ao Belenenses (1-1).

A jornada podia, por isso, ser muito benéfica para o Leixões, só que a equipa de José Mota não passou na Figueira da Foz (0-1) e voltou a marcar passo, embora José Mota continue a achar «que é possível».

Paços de Ferreira junto à praia da tranquilidade

A jornada 25 abriu com a vitória do Paços de Ferreira na Amadora (0-2). Com este resultado, a equipa de Paulo Sérgio tem a manutenção praticamente garantida. A luta está agora restrita a Vitória de Setúbal (que perdeu com o Benfica), Belenenses (que empatou nos Barreiros), e ao Rio Ave e Trofense. Estas duas equipas defrontaram-se no domingo, e ao vencer, a formação de Vila do Conde entregou a «lanterna» vermelha à formação da Trofa.