Jorge Jesus desesperou com o quarto penalty falhado pelo Tacuara, tal como os adeptos, enquanto os adversários sorriam da desgraça encarnada e de Cardozo. Porém, o paraguaio tem o hábito de estar no sítio certo, à hora certa. Daí até à redenção foi um instante. Ultrapassara Falcao nos penalties desperdiçados, mas fugiu ao colombiano na lista de melhores marcadores. Mais do que isso, resolveu um encontro difícil para o Benfica, que se manteve líder isolado e com vantagem de três pontos devido à lei ditada pelo pé esquerdo do paraguaio.