«Não sou otário»

(Manuel Machado, treinador do Nacional, na antevisão do «derby» com o Marítimo)

O duelo madeirense mexe com muitas emoções, e também por isso Manuel Machado teve uma reacção peculiar, quando instado a adiantar pormenores sobre o «onze» que ia utilizar frente ao Marítimo.

Na mesma conferência de imprensa, o técnico já tinha recorrido ao discurso culinário para analisar o adversário: «O Marítimo não está diferente. Com bacalhau cozinha-se bacalhau, com salmão cozinha-se salmão.»

O «derby» insular prometia muito, não só pela rivalidade em causa, mas também por estar em causa a luta pelas competições europeias, mas acabou por ficar aquém das expectativas. O empate a uma bola deixa tudo mais ou menos na mesma.