Esta temporada Jesualdo somou 54 pontos, resultado de dezasseis vitórias, seis empates e duas derrotas. Mais três empates do que em 2007/08. E menos três vitórias. No total, o campeão tinha 60 pontos depois de disputadas vinte e quatro jornadas. Ou seja, mais seis do que hoje. Quanto a golos, 47-16 hoje, versus 43-9. O ataque está ligeiramente melhor, a defesa sofreu mais sete golos.

O Sporting de Paulo Bento tem hoje mais dez pontos, 50 contra 40. Na prática, Paulo Bento tem menos duas derrotas e menos dois empates, ganhou em mais quatro ocasiões. Quanto a golos, 34-15 hoje, contra 36-22 em 2007/08: ataque quase em linha e melhoria nítida na defesa.

Por último o Benfica. Tem mais dois pontos do que em 2007/08 por esta altura. Trocou quatro empates por mais duas derrotas e duas vitórias. Quanto a golos, 38-23 esta temporada; 40-16 na época anterior, uma quebra defensiva nítida.

Mais catorze pontos em Matosinhos

Olhando mais para baixo, percebe-se que o Vitória de Setúbal apresenta a queda mais significativa no último ano. Por esta altura, em 2007/08, a formação sadina acumulava 40 pontos, lutando pelo apuramento para a Taça UEFA. Agora, com menos 18 pontos, luta para fugir às últimas posições da tabela. O mesmo acontece com o Belenenses, que perdeu dez pontos em doze meses.

O Vitória de Guimarães, com 13 pontos perdidos, completa o trio das grandes perdas. O Leixões, por seu turno, foi quem deu o maior salto (mais 16 pontos).

Pontuação comparativa (07/08 com 08/09):

F.C. Porto - 60 pontos/54 pontos (-6)

Benfica - 44/46 (+2)

Sporting - 40/50 (+10)

V. Guimarães - 44/31 (-13)

V. Setúbal - 40/22 (-18)

Sp. Braga - 34/41 (+7)

Marítimo - 32/36 (+4)

Belenenses - 30/20 (-10)

Nacional - 32/42 (+10)

E. Amadora - 28/27 (-1)

Académica - 23/31 (+8)

Naval - 26/24 (-2)

Leixões - 21/38 (+17)

P. Ferreira - 19/24 (+5)