Como o que conta é como terminam as coisas (no fim), começa-se pelo momento de dita o primeiro lugar isolado da classificação e a única equipa com pleno de vitórias. Não foi fácil, mas o FC Porto saiu de Paços de Ferreira com o triunfo. A margem mínima da vitória portista por 1-0 atesta a dificuldade que os dragões tiveram para conquistar os três pontos; assim como o golo solitário conseguido apenas no último quarto de hora. Mas sairam líderes, com Jackson Martínez a mostrar as credenciais de goleador do campeão em título.

Um dos fatores indiretos para a liderança isolada do FC Porto verificou-se na véspera em Alvalade. O primeiro dérbi da temporada terminou com uma igualdade 1-1 e o Sporting ficou a saber desde logo que, com o fim da série de vitórias na Liga poderia deixar o primeiro lugar da classificação - assim foi e é agora segundo. Para o Benfica, foi também o primeiro empate do campeonato (já registou todos os resultados possíveis), que evitou, porém, uma segunda derrota em três jogos disputados - quedando-se no grupo das equipas com quatro pontos.

A «batalha» de Barcelos completa o pódio de momentos da ronda. O Gil Vicente ganhou 1-0 ao Sp. Braga quando já só tinha nove jogadores em campo. Um jogo épico com o guarda-redes Adriano como expoente do heroísmo da equipa da casa, no topo da classificação. Para o Braga, pior não podia ter acontecido depois da eliminação europeia: a primeira derrota na liga e a saída do grupo dos líderes sendo apanhado pelo Gil.

Em Guimarães, o Vitória local também se estreou a perder. O responsável foi o outro Vitória, o de Setúbal, com uma grande exibição do «seu» Cardozo, autor de dois golos. 4-1 foi o volumoso resulado com que os sadinos conquistaram os primeiro pontos do campeonato.

Assim também aconteceu com o Arouca: estreia nos pontos e logo com um triunfo. Neste caso, bastou 1-0 para travar a caminhada vitoriosa do Rio Ave: que, como Sporting e Sp. Braga, deixou o grupo da liderança deixando de haver equipas sem golos sofridos.

A terceira equipa a ganhar pela primeira vez foi o Nacional. Os 3-2 no Restelo deixaram a equpa madeirense confortável na tabela e o Belenenses no último lugar da classificação. Os azuis ainda só perderam - igualados nesta situação pelo Paços, que também ainda não marcou.

A Académica deixou nesta segunda-feira no fecho da ronda o grupo das equipas que ainda não tinham pontos e marcado qualquer golo. Empatou 1-1 na Amoreira e deixou também o Estoril fora do grupo dos líderes, que precede o Sporting «no segundo lugar» dos 7 pontos.

À entrada para esta jornada, Marítimo e Olhanense estavam igualados. E assim continuaram com o 1-1 dos Barreiros - uma vitória, um empate e uma derrota dão-lhes o meio da tabela no grupo de Benfica, Nacional e V. Guimarães.

Classificação da Liga à 3ª jornada

[artigo original: 22h]