Logo após a derrota com o Borussia Dortmund por 4-0 e a consequente eliminação do Benfica na Liga dos Campeões, Rui Vitória sublinhou que o desaire com a equipa alemã não vai afetar o desempenho da equipa encarnada daqui para a frente.

«A partir de amanhã estaremos a pensar no jogo de segunda-feira, que esperamos que venha rápido. [A eliminação] Não tem nada que deixar marcas. (...) Tentámos, não conseguimos passar, mas é melhor tentar do que não estar cá. Nós estivemos, mas agora há mais jogos pela frente e temos muita vontade de ganhá-los. Saímos tristes mas em nada isso beliscará o trabalho que temos para fazer», referiu o técnico das águias aos jornalistas.

Refira-se que a derrota desta quarta-feira foi a terceira dos encarnados na Liga dos Campeões 2016/17, depois dos dois desaires com o Nápoles (4-2 e 1-2) na fase de grupos da competição.

Ora, os dados desta temporada ajudam a sustentar o otimismo de Rui Vitória. É que, até agora, o Benfica reagiu sempre com triunfos na ressaca de derrotas e até de empates registados na competição da UEFA, como pode observar pela tabela que complementa o texto.

De notar ainda, a título de curiosidade, que os encarnados tiveram sempre a oportunidade de jogar em casa (e para a Liga) após tropeções na Champions. Tal como acontecerá na próxima segunda-feira diante do Belenenses para a 25.ª jornada do campeonato.

Champions Pós-Champions
Besiktas, 1-1 (C) Sp. Braga, 3-1 (C)
Nápoles, 4-2 (F) Feirense, 4-0 (C)
Besiktas, 3-3 (F) Moreirense, 3-0 (C)
Nápoles, 1-2 (C) Sporting, 2-1 (C)