«A minha impressão é que ele está igual ao início da temporada, os números com que lidamos demonstram isso mesmo, a equipa correu mais na segunda parte, a equipa está bem, o Cristiano está bem. Não podemos estar a analisar os movimentos dos jogadores na segunda parte porque é um jogo que está controlado e, mesmo sem querer e sem dar conta, os jogadores acabam por gerir. Os números são melhores no segundo tempo em relação ao primeiro, o que não me agrada, porque significa que houve desequilíbrios e tiveste que correr mais», destacou o treinador em alusão ao embate com o Las Palmas.

 

Um jogo com o PSG que tem sido apontado como o futuro destino de Cristiano Ronaldo. «Ninguém sabe o que vai acontecer a longo prazo. O Cristiano vai ser fundamental para nós amanhã, nos próximos jogos e espero que por muitos anos», comentou.

 

 O Real Madrid ainda não pode contar com Benzema e Gareth Bale, a recuperarem de lesões, mas Pepe, que já esteve no banco frente ao Las Palmas, volta a ser opção, para satisfação de Benítez. «Tenho uma boa relação com todos, mas Pepe é dos jogadores que mais gosto. Entende o seu papel, quando joga dá tudo e quando não joga ajuda muito a equipa e o treinador. Vai-nos ajudar a crescer», referiu.

 

O Real Madrid é líder na liga espanhola e está bem posicionado na Champions, mas Benítez espera que o seu melhor momento esteja ainda por vir. «Espero que esteja ainda por chegar, a equipa está bem, mas estou convencido que vai ainda melhorar, quero ver a equipa bem na parte final quando estiver a lutar por títulos», referiu.

 

Quanto ao adversário desta terça-feira, Benítez só tem elogios, recordando o empate sem golos no Parque dos Príncipes. «É uma das melhores equipas da Europa. É uma equipa que tem crescido de ano para ano e com a chegada de Di María deram mais um passo. Espero que amanhã não estejam ao melhor nível, mas vamos ter o máximo respeito por uma das mlhores equipas da Europa», comentou ainda.