No âmbito do colóquio «Os novos desafios do Futebol», organizado em Lourosa pela respectiva junta de freguesia e a Associação Nacional de Treinadores, Hermínio lembrou a necessidade de diminuição de despesas no futebol.

«Temos de cumprir com as nossas obrigações. Nós temos de conseguir erradicar do futebol as questões do incumprimento salarial. Se queremos ter esta imagem de credibilidade para aumentar as receitas, não podemos continuar a dar exemplos de incumprimento», declarou.

O presidente da LPFP recordou que foi feito um estudo «sócio-económico e desportivo» para avaliar se as possíveis alterações se justificam na realidade financeira dos clubes. «O que está em cima da mesa é a possibilidade de passar a haver duas séries de 10 clubes, uma Norte e outra Sul, com um sistema de play-off, ou não, nas descidas e subidas», explicou Hermínio.

O dirigente alertou novamente para os temas «preço dos bilhetes» e «horário dos jogos», salientando que «muitas vezes, são incompatíveis com os hábitos e comportamentos familiares.»