O Bayern de Munique já tinha sido humilhado no fim-de-semana, pelo Wolfsburgo, e por isso o técnico Jurgen Klinsmann decidiu trocar de guarda-redes. O ex-benfiquista Butt foi promovido à titularidade, mas foi impotente para travar a «avalanche blaugrana». Aos nove minutos o Barcelona já ganhava, graças a um golo de Messi.

Quatro minutos depois novo tento, desta feita por Etoo. Aos 38 minutos houve «bis» de Messi, com Henry a marcar também ainda antes do descanso (43m). Ao intervalo o Barcelona já tinha quatro golos de vantagem, mas se estivesse a ganhar por sete ou oito não seria surpresa para ninguém. Guardiola até tinha sido expulso quando havia apenas um golo, mas nada travou o ataque do Barcelona.

No segundo tempo o Barcelona entrou em gestão de esforço, embora continuasse a criar perigo junto da baliza bávara. Até deu para Rafael Márquez «forçar» o cartão amarelo perto do fim, para cumprir castigo no segundo jogo da eliminatória. O Bayern nunca esteve à altura do adversário.

Ficha de jogo:

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Marquez, Piqué, Puyol; Touré (Busquets, 81m), Iniesta e Xavi; Messi, Etoo (Bojan, 89m) e Henry (Keita, 74m).

Suplentes: Pinto, Cáceres, Gudjohnsen, e Sylvinho.

BAYERN: Butt; Oddo, Demichelis, Breno, Lell; Schweinsteiger, Altintop (Ottl, 46m), Van Bommel, Zé Roberto (Sosa, 77m) e Ribery; Toni.

Suplentes: Rensing, Podolski, Lahm, Borowski e Badstuber.

GOLOS: Messi (9 e 38m), Etoo (12m) e Henry (43m).