O Inter sofreu a segundo derrota consecutiva na Liga dos Campeões, ao perder por 2-1 frente ao Werder Bremen. Quaresma foi titular e José Mourinho não viu a atitude que pretendia da equipa italiana, que perdeu a liderança do Grupo B e segue para os oitavos-de-final como segundo classificado.
Ricardo Quaresma regressou às primeiras opções de Mourinho e jogou todo o encontro. Luís Figo foi suplente não utilizado.
Foi preciso esperar pela segunda parte para assistir a golos. O 0-0 ao intervalo não agradava a José Mourinho, que deixou Materazzi e Adriano no balneário e fez entrar Maxwell e Ibrahimovic.
Pizarro colocou o Werder Bremen a vencer ao minutos 63 e Rosenberg ampliou o resultado por 2-0, aos 81 minutos. O golo de honra do Inter foi marcado por Ibrahimovic aos 88 minutos.
José Mourinho disse, na antevisão desta deslocação à Alemanha, que o Inter precisava de justificar o apuramento em Bremen, mas acabou por não ver o desejo concretizado e garantiu a passagem aos «oitavos» com apenas 8 pontos.
Karagounis decisivo no apuramento grego
O jogo decisivo, na derradeira jornada do Grupo B, opôs o Panathinaikos ao Anorthosis e os gregos levaram a melhor, vencendo e garantindo a passagem aos oitavos-de-final, como líderes.
O golo do triunfo do Panathinaikos foi marcado por Karagounis, aos 69 minutos. O ex-médio do Benfica garantiu o triunfo que qualificou a equipa grega.
Paulo Costa foi suplente utilizado no Anorthosis. O médio português entrou em campo no minuto seguinte ao golo da equipa grega, mas o resultado já não sofreu alterações e terminou em Atenas o sonho de seguir em frente na Liga dos Campeões.