Simone Inzaghi quer garantir o primeiro lugar do Grupo D da Liga dos Campeões no jogo frente ao Benfica.

“Já estamos nos oitavos de final e ainda temos o primeiro lugar por conquistar. A Real Sociedad é também uma equipa muito forte e está na luta”, começou por dizer.

Apesar de ir defrontar o lanterna vermelha do grupo, que tem zero pontos na Liga dos Campeões, Inzaghi não espera um jogo fácil na Luz e, em conferência de imprensa, lembrou o dérbi dos encarnados com o Sporting.

“No último dérbi [com o Sporting], deu para ver o que conseguem fazer. Estavam a perder aos 90+3 minutos e depois ganharam o jogo. Admiro muito o treinador [Roger Schmidt], que na época passada levou o Benfica aos quartos de final da Liga dos Campeões, deixando para trás a Juventus e sem perder com o Paris Saint-Germain. Embora este ano o caminho esteja um pouco mais complicado”, admitiu.

O treinador do Inter analisou ainda a fase de grupos da Liga dos Campeões do Benfica.

“No primeiro jogo [com o Salzburgo], tiveram uma expulsão que os condicionou e acabaram por perder o jogo [0-1]. Connosco, também tiveram de fazer alterações ainda antes do intervalo [devido a lesão de Alexander Bah] e depois apanharam uma Real Sociedad que está a fazer uma época extraordinária”, afirmou.

O Inter Milão defronta na quarta-feira, às 20:00, o Benfica, em jogo da quinta jornada da Liga dos Campeões, que vai ser arbitrado pelo letão Andris Treimanis.

Os italianos dividem a liderança do grupo com a Real Sociedad, ambos com 10 pontos, à frente do Salzburgo, que tem três, enquanto o Benfica é último colocado, sem qualquer ponto.