Vítor Pereira, treinador do F.C. Porto, em declarações à TVI, depois da vitória sobre o Dínamo Zagreb (2-0), na Croácia, em jogo do Grupo A da Liga dos Campeões:

«Hoje fomos uma equipa de qualidade, personalizada e com um espírito muito grande de entreajuda. Por isso, conseguimos um resultado destes, num campo difícil».

[Sentiu a força do coletivo, sem Hulk?]

«O Hulk é um jogador de grande qualidade que também se compromete com o coletivo. Hoje vimos um Porto sem Hulk. O Porto vai continuar a jogar bom futebol, vai continuar a ser competitivo e a ganhar títulos. Já saíram vários jogadores e o Porto continuou sempre».

[Chegou a sofrer antes do 2-0?]

«Podíamos ter feito o 2-0 mais cedo, seria mais do que justo. Este 2-0 no final veio conferir mais verdade ao resultado. O Porto foi de facto superior, dominámos o jogo do principio ao fim e merecíamos mais alguns golos, portanto estou satisfeito com a equipa».

[Porquê Miguel Lopes em vez de Danilo?]

«O jogo é coletivo, estão todos disponíveis, tenho de fazer a gestão da equipa que acho que é melhor para o jogo e tendo em conta o adversário».

[No final, Vítor Pereira quis fazer uma dedicatória especial]

«Queria dedicar esta vitória ao nosso presidente e dizer-lhe que ele é que é de facto o grande reforço desta equipa. E também quero dedicar a vitória ao nosso capitão, o Lucho, que é de facto um jogador de dez estrelas».