FIGURA: Dzeko
O bósnio fez a diferença naquele que foi o primeiro jogo da história entre Roma e Sp. Braga, marcando logo aos cinco minutos o golo que deixou os romanos confortáveis nos 16 avos de final da Liga Europa. O seu estatuto é conhecido, na pedreira não foi preciso muito tempo para o colocar em campo e dar um contributo precioso para que o conjunto romano saia de Braga na frente da eliminatória.

MOMENTO: golo de Dzeko (5')
Diawara está na génese da jogada a lançar rapidamente Mkhitaryan no lado esquerdo do ataque, trabalhando bem o ataque do conjunto transalpino em velocidade com a defesa bracarense em contrapé. O arménio cruzou com as medidas certas para o coração da área, onde aparece Dzeko a finalizar de pé direito para o fundo das redes, mudando por completo o rumo da eliminatória.

NEGATIVO: Cristante com regresso azarado
Paulo Fonseca teve uma contrariedade no encontro logo nos instantes iniciais com o capitão Cristante a ter de ser substituído logo aos sete minutos, devido a problemas físicos. O jogador que na temporada 2014/2015 teve um regresso azarado a Portugal, sendo substituído por Bruno Peres. Na segunda metade Fonseca teve outra contrariedade na defesa, com Ibañez a sair lesionado também aos sete minutos.

OUTROS DESTAQUES

Galeno
Os italianos estavam preparados para a velocidade do extremo brasileiro do Sp. Braga. Ainda assim, o atacante conseguiu esticar o jogo. Ficou várias vezes a pedir falta quando foi desarmado.

Mkhitaryan
Um dos jogadores mais influentes da equipa de Paulo Fonseca, o arménio foi das principais setas apontadas à baliza bracarense, conduzindo vários dos ataques rápidos da Roma. Fez a assistência açucarada para o golo logo aos cinco minutos.

Al Musrati
Jogo regular do médio líbio do Sp. Braga, igual a si mesmo no capítulo do passe, com enorme critério, e igualmente importante na questão do equilíbrio da equipa, que saltou ainda amais à vista após a expulsão de Esgaio.

Diawara
Não era titular há mais de dois meses, sendo, por isso, a principal surpresa do onze de Paulo Fonseca. Robusto no meio campo, o guineense ganhou muitas bolas, fez vários cortes e lançou o ataque com simplicidade.