O treinador do Union Berlim, Urs Ficher, teceu elogios ao Sp. Braga, mas salientou a ambição de vencer, em véspera do encontro da segunda jornada do grupo D da Liga Europa.

O suíço, que orienta o líder invicto da Bundesliga, lembrou o percurso dos minhotos na prova na época passada - apenas caíram nos quartos de final contra o Rangers, finalista vencido.

«A equipa do Braga tem tido muito êxito nos últimos anos e está muito forte. Tem uma equipa muito bem organizada, com uma boa mistura de jogadores. Mas, nós queremos dar o nosso melhor e ganhar o jogo», disse, na conferência de imprensa de antevisão. 

O técnico não quis dizer se a equipa que lidera o campeonato alemão é favorita para o jogo de quinta-feira e lembrou o jogo recente com o campeão Bayern de Munique (1-1, em casa) para referir que, embora não tivesse sido o melhor jogo do Union Berlim, a equipa «nunca desistiu».

Quem acompanhou Ficher na sala de imprensa foi Diogo Leite. O defesa, que esteve cedido pelo FC Porto aos bracarenses na temporada transata, confessou estar «motivado» por regressar a Portugal e «ansioso pelo jogo».

O jogador, de 23 anos, referiu que o conhecimento que tem do Sp. Braga é uma «vantagem» e que partilhou com os seus colegas de equipa as características individuais de alguns jogadores.

«Vai ser um jogo difícil, são duas grandes equipas, estão muito bem no campeonato e a ter um grande início de época e vai ser um grande espetáculo. Estamos preparados para transportar as ideias do treinador para dentro de campo, com muita ambição e vontade de ganhar», explicou.

Diogo Leite disse ainda não estar surpreendido com a faceta ofensiva do Sporting de Braga.

«Não me surpreende, o Braga tem crescido nos últimos anos, viu-se na última época na Liga Europa, em que chegou aos quartos de final. É uma equipa forte, tem o melhor ataque da Liga, sabemos os seus pontos fortes, mas preparámo-nos bem e sabemos onde podemos atacar. Vamos com ambição de levar os três pontos connosco», destacou. 

O português refletiu ainda sobre a passagem pela Pedreira, que considerou «positiva», e confessou estar «num dos melhores» momentos da carreira.

«Nesta época sinto que estou num bom momento, num dos melhores [da carreira], espero continuar e continuar a mostrar o meu valor no campo. No que posso controlar vou dar o meu máximo», concluiu.

Sporting de Braga, primeiro classificado do grupo D, com três pontos, e Union Berlim, terceiro, com zero, defrontam-se a partir das 20:00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, em jogo que será arbitrado pelo eslovaco Filip Glova.