Siga o FC Porto-Nacional AO MINUTO no Maisfutebol

MOMENTO:

FC Porto: os dragões não perdem pontos desde o dia 7 de janeiro - empate na Mata Real - e o Nacional pode ser a oitava vítima consecutiva. A confirmar-se, os dragões certificam o melhor ciclo de triunfos no campeonato nacional. Um dado de motivação suplementar, antes do duelo com os madeirenses e da visita do Benfica a Santa Maria da Feira. Maxi Pereira e Jesus Corona saem da equipa inicial, Miguel Layún e André Silva espreitam o regresso às opções de Nuno.

Nacional: Samuel Úria tem a corda na garganta afinada em dó. E Jokanovic? Tenham dó. Este Nacional, habituado a estar na metade superior da Liga e a sonhar com a UEFA, continua a fazer uma das piores épocas de sempre. O Moreirense está três pontos à frente dos penúltimos na tabela, mas o registo recente - mesmo com a mudança de técnicos - é pobre. A última vitória data de 11 de dezembro, há quase três meses. Não há clube que aguente. 

AUSENTES:

FC Porto: Herrera, Corona e João Costa (lesionados); Maxi Pereira (castigado).

Nacional: Victor Garcia e Tiago Rodrigues (emprestados pelo FC Porto); Witi e Mauro Cerqueira (lesionados).  

DISCURSO DIRETO:

Nuno E. Santo: «A nossa experiência enquanto pessoas do futebol diz-nos que não há jogos fáceis. Resta-nos prepara o jogo com o máximo rigor, intensidade, concentração e procurar vencê-lo. O Nacional precisa de pontos, mudou de treinador e tem bons jogadores.»

Jokanovic: «Vamos procurar trazer três pontos ou, pelo menos, um e temos também de tentar fazer um bom jogo, dignificar a camisola e mostrar que não estamos ‘mortos’ e que vamos lutar até final.»

REGISTO HISTÓRICO

Treze vitórias para o FC Porto, uma igualdade e três triunfos do Nacional em jogos para o campeonato nas Antas/Dragão. Curiosamente, as duas vitórias mais recentes do Nacional (2005 e 2008) foram particularmente duras para os dragões. 0-4 e 0-3 respetivamente. A primeira ocorreu em 1990, com Heitor e Paulo Sérgio a anularem o golo de Domingos Paciência.

EQUIPAS PROVÁVEIS

FC PORTO

Outras opções: José Sá (GR), Boly, Rúben Neves, João Carlos Teixeira, Otávio, Diogo Jota, Depoitre e Rui Pedro.

NACIONAL

Outras opções: Vítor São Bento (GR), Rui Correia, Jota, Vítor Gonçalves, Dejan Mezga, Zizo, Hamzaoui e Zequinha.