O Sporting repudiou esta segunda-feira um ataque a elementos da Torcida Verde, efetuado por - diz o clube leonino - «um grupo de adeptos do clube rival».

Em comunicado, o Sporting «repudia veemente os actos de violência gratuita contra a Torcida Verde desencadeados por um grupo de adeptos do clube rival».

«Situações desta natureza não dignificam o Desporto nacional nem são representativas do Futebol em particular. O Sporting CP continuará sempre a defender que a cultura de medo, de conflito e de violência deve ser banida do futebol português», conclui o clube leonino, em comunicado.

Fonte da PSP confirmou ao Maisfutebol a ocorrência de «uma escaramuça entre adeptos de clubes de futebol», bem como a existência de um ferido ligeiro, «com um corte numa mão».

De resto, foi ainda confirmada a abertura de uma investigação para apurar toda a informação sobre o caso e que não houve ainda detidos relacionados com a ocorrência.

Mais tarde, também o Benfica emitiu uma nota oficial a repudiar os acontecimentos e distanciar-se de qualquer «ato violento».

«Na sequência dos acontecimentos ocorridos esta tarde, envolvendo adeptos do Benfica e do Sporting, a direção do Sport Lisboa e Benfica reafirma o seu total repúdio e distanciamento face a qualquer ato de violência. Sejam provocados por adeptos do Benfica ou de qualquer outro clube, não deixam de ser isso mesmo, atos de violência, nos quais não nos revemos e que prejudicam a imagem do futebol português e do desporto nacional», escreveu o clube da Luz.

[artigo atualizado]