A FIGURA: JADSON

O capitão marcou o primeiro golo do jogo aparecendo com oportunidade e na sequência de livre ensaiado a finalizar de cabeça na pequena área. Foi bravo na forma como tentou travar o último assalto dos açorianos à sua baliza e também na forma como no final se dirigiu aos adeptos que muito protestaram, com uma atitude que caiu bem e que mereceu aplausos. Varreu a sua área, esteve impecável no jogo aéreo e foi uma voz de comando dentro de campo.

O MOMENTO: empate do Santa Clara. MINUTO 90+6

O Santa Clara evita a derrota com um autogolo de Rodrigo Freitas. Os últimos minutos foram de sofrimento para os algarvios para aguentarem a vantagem mínima com os açorianos a pressionarem de forma constante e a ganharem bastantes cantos consecutivos durante os sete minutos de desconto dados pelo árbitro. No último deles, e após um pontapé de bicicleta de Carlos Júnior que levou a bola a embater na trave, Lincoln cruzou para o toque infeliz de Rodrigo Freitas, que colocou a bola dentro da sua baliza, deixando assim o Portimonense escapar a primeira vitória caseira no campeonato.

OUTROS DESTAQUES:

 

 

 

Hackman e Koki Anzai: Exibição bem positiva dos laterais do Portimonense. O ganês esteve sempre muito certo a defender e aventurou-se no ataque e fez, de cabeça, a assistência para o golo de Jadson. O internacional japonês, mais ofensivo, evidenciou-se com um corte aos 30 minutos na sua área, com boa leitura de jogo ao fletir da esquerda para o meio para antecipar-se e roubar a bola a Thiago Santana, que estava preparado para rematar.

Pedro Sá e Lucas Fernandes: A dupla do miolo do Portimonense esteve imperial na ocupação dos espaços e roubos de bola. Sá, mais defensivo e Fernandes a mexer com o futebol ofensivo da sua equipa. A raça esteve em ambos, a técnica apareceu mais vezes pelos pés do brasileiro.

Thiago Santana e Lincoln: O capitão bem tentou puxar pelos seus companheiros na primeira-parte, mas só foi ouvido na segunda, quando João Henriques mudou o esquema e passou a ter um apoio mais efetivo de Lincoln. Tanto a um como ao outro faltou eficácia no momento do remate, mas Lincoln acabou por ser decisivo no golo do empate do Santa Clara.