O MOMENTO:

Benfica: a equipa de Rui Vitória vem de um empate em Chaves, para a Liga, mas já depois disso regressou aos triunfos na Liga dos Campeões, no reduto do AEK de Atenas. Um jogo que se complicou bastante após a expulsão de Rúben Dias, com a equipa grega a anular dois golos de desvantagem, mas o Benfica acabou por conseguir um triunfo moralizador, graças a um pontapé de longe de Alfa Semedo.

FC Porto: a equipa de Sérgio Conceição também venceu na Liga dos Campeões, diante do Galatasaray, naquela que foi a terceira vitória consecutiva, algo inédito na presente temporada. Um sinal aparente de que os campeões nacionais estão a estabilizar o seu jogo.

AUSÊNCIAS

Benfica: Conti cumpre castigo; Jardel e Krovinovic e Ebuehi estão lesionados.

FC Porto: Aboubakar, Hernâni e Bazoer estão lesionados.

DISCURSO DIRETO

Rui Vitória: «Se estivéssemos à frente a pressão era diferente? A pressão é sempre ganhar. Há algum jogo aqui que não tenha este frenesim? Isto é um clássico. Nem mais, nem menos. Naturalmente, queremos muito ganhar, mas a pressão é natural. A pressão é jogo a jogo e a não há outra forma de encarar quando jogamos num clube deste nível. Nunca podemos dizer qual é o jogo decisivo. Todos os jogos são importantes. São três pontos que estão em disputa com o adversário que, à partida, será direto. Mas há muito campeonato pela frente e às vezes, em 15 dias, faz-se um campeão, ou um derrotado. Num minuto tudo se altera»

Sérgio Conceição: «Obviamente que o jogo não é decisivo. O campeonato é uma prova de regularidade, as equipas têm de manter um nível alto no campeonato. Há sempre quatro ou cinco equipas muito juntas, e qualquer deslize… É importante ganhar, não só porque vale três pontos, mas também por ser frente a um candidato direto. Ganhar em casa de um rival tem o seu impacto, mas um impacto momentâneo, tanto de forma positiva como de forma negativa. Não vale a pena ganharmos em casa do Benfica e perdermos em nossa casa a seguir. O confronto direto é importante no desenrolar do campeonato. O ano passado, por exemplo, tivemos bons desempenhos frente a Benfica e Sporting, mas neste momento o jogo não é decisivo.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

O Benfica já recebeu o FC Porto em 84 ocasiões, para o principal escalão do futebol português, e venceu precisamente metade (42). Os «dragões» têm 16 vitórias em clássicos do campeonato disputados como visitantes, pelo que empate foram 26. Refira-se, no entanto, que as «águias» não vencem em casa desde 2013/14. Na época passada o FC Porto venceu com um golo de Herrera (0-1) e embalou para o título.

EQUIPAS PROVÁVEIS

BENFICA

Outros convocados: Svilar, Corchia, Alfa Semedo, Zivkovic, Samaris, Rafa, João Félix, Gedson, Jonas e Castillo.

FC PORTO

Outros convocados: a lista de convocados não foi divulgada.