Ljubomir Fejsa participou, esta quarta-feira, numa sessão de autógrafos promovida pelo Benfica na sua loja oficial, que também contou com a presença do holandês Ola John.
 
O sérvio esteve afastado dos relvados durante sensivelmente 11 meses, devido a lesão, mas já voltou a competir registando duas aparições ao serviço da equipa B.

Benfica: Fejsa e Jonathan voltam à equipa B
 
«Tive uma paragem longa, mas o mais importante é que já me sinto melhor. Não quero pensar na minha lesão e acredito que vai começar um bom ciclo. Quero agradecer a todas as pessoas que me ajudaram: à minha família, às pessoas do Benfica, da seleção sérvia, aos médicos, jogadores e adeptos. É por eles que estou mais forte e me sinto melhor. Foi um momento difícil, mas agora está tudo bem. Voltei a treinar com os meus companheiros e posso ajudar a equipa», disse em resposta à primeira pergunta do speaker do clube.
 
Perspectivando já a próxima jornada do campeonato, Fejsa reconhece que o Nacional da Madeira será um adversário complicado, mas acredita que o Benfica tem todas as condições para somar os três pontos e, assim, manter distâncias para a concorrência.
 
«Sei que o próximo jogo será um pouco complicado, mas estaremos preparados. Se todos os jogadores derem o máximo não vejo nenhum problema em jogarmos bem e ganharmos o jogo», analisou.
 
A última declaração foi destinada aos adeptos, num elogio à força que estes têm transmitido à equipa ao longo de toda a temporada encarnada.
 
«Nós temos os melhores adeptos e eles dão-nos força. Como dizemos no balneário: todos juntos», rematou.