Declarações do treinador do Boavista, Jesualdo Ferreira, à BTV, após a derrota por 2-0 ante o Benfica, no Estádio da Luz, em jogo da 23.ª jornada da I Liga:

«O jogo começou e achei que estava com piada, mas a partir dos cinco minutos deixou de ter piada. Não estou a ser irónico, porque o Boavista, a partir dos cinco minutos, jogou com dez, contra o Benfica, no Estádio da Luz. E fez um jogo, honesto, digno e em muitos momentos com qualidade.»

«Só tenho a deixar aqui o que nós sentimos no balneário, a tristeza com algumas tomadas de decisão. Já tenho vindo a dizer várias vezes, mas não consegue ter eco o que eu digo. Com dez, contra 11, fomos, na minha opinião, a dado momento, uma equipa que conseguiu controlar o jogo. Competimos bem. Era importante sairmos do registo de uma equipa temida, de joelhos dobrados. Foi uma equipa de cabeça levantada, a encarar o adversário com vantagem, 60 minutos com um central que não o é. Continuámos a pensar em fazer golos. Não fomos capazes, tivemos alguns momentos em que criamos perigo. Tive orgulho. Não teve piada, mas para mim foi muito interessante.»

«Na primeira parte, o Boavista competiu e discutiu o jogo com o Benfica dentro das suas limitações. Parabéns aos meus jogadores. Não se dá parabéns quando se perde? Às vezes dá. Aliás, já ninguém se lembra, mas em Tondela, quando perdemos, ficámos sem os dois centrais e conseguimos ainda resistir durante muito tempo ao que acabou por ser a nossa derrota. Estamos um bocado cansados destas situações.»