Declarações de Miguel Leal, treinador do Boavista, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, depois do empate sem golos diante da sua anterior equipa, o Moreirense:

«Em termos pontuais o que tínhamos pretendido era a manutenção. Ainda não está matematicamente garantida, mas os trinta pontos chegarão. Quero realçar a entrega desta equipa, que está a fazer um campeonato acima das expetativas que estavam previstas. Têm sido bravos, têm trabalhado muito e têm conseguido o prémio de conseguir pontos jogo a jogo. Há que fazer outro desafio que será ultrapassar a melhor pontuação desde que o Boavista chegou à Liga, 35 pontos».

«Em relação ao jogo, não fizemos uma partida com a qualidade e que se esperaria. Mas a partir de um determinado momento vimos que não conseguiríamos ganhar o jogo e comecei a ver que mais valia um ponto. Há que dizer com frontalidade, defrontámos uma grande equipa e parece-me que o resultado é justo».

[Sentimento especial no regresso a Moreira de Cónegos?] «É uma casa onde fui bem recebido, bem tratado. Traz sempre um sentimento, estou agradecido, mas feliz por cumprir o objetivo. Dou os parabéns ao Moreirense pela conquista da Taça da Liga e espero que se mantenha na Liga».