FIGURA: Loum

Em época de estreia no principal escalão do futebol português, o jovem médio assinou o seu terceiro golo. Decidiu o jogo em Moreira de Cónegos com um remate seco e com a direção certa, mas valeu muito mais para além do 1-0 . Exibição personalizada no miolo, com critério a distribuir jogo e um autêntico poço de força na disputa dos duelos. Mais uma exibição de encher o olho do médio de 22 anos emprestado pelo SP. Braga.

MOMENTO: golo de Loum (76’)

Perda de bola de Elhouni, recuperada por Loum, que tabela depois com Heriberto. O extremo serviu o médio que trabalhou sobre Jorge Fellipe, rematando depois cruzado para fora do alcance de Beunardeau. Tiro seco mas certeiro do médio senegalês

OUTROS DESTAQUES

Beunardeau

Esteve em plano de destaque na receção ao FC Porto, voltou a repetir a façanha frente ao Moreirense. Com defesas de grau de dificuldade elevado, o guarda-redes francês do Aves susteve o ímpeto do adversário

Heriberto

Não esteve tão exuberante como já demonstrou que é capaz de ser, mas ainda assim quando acelerou teve capacidade para criar perigo. Fez os dois remates mais perigosos dos Cónegos na primeira metade. Quase marcou de livre já perto do final.

Vítor Gomes

O médio é uma das referências do Aves e no duelo com o Moreirense foi dos que teve mais capacidade para se abstrair da envolvência do jogo e conseguiu pensar o jogo. teve a tranquilidade que faltou a alguns colegas.

Aberhoune e Halliche

Têm feito parelha no eixo da defesa do Moreirense e têm-se entendido quase na perfeição. Conjugam experiência e conhecimento do futebol português, formando uma dupla de centrais sólida.