FIGURA: Claudemir

Praticamente todo o jogo da equipa montada por Abel Ferreira passa pelo brasileiro. Construiu a partir de trás, preparou a estratégia com um sentido posicional coletivo assinalável e manteve, ao mesmo tempo, o equilíbrio da equipa. É o operário muitas vezes invisível, saltando esta tarde para um papel de destaque ao marcar o golo que deu os três pontos aos arsenalistas. Apareceu no sítio certo a finalizar, guiando o Sp. Braga na aproximação à liderança.

MENÇÃO HONROSA: Luís Martins

Rendeu Djavan no lado esquerdo da defesa flaviense e foi uma unidade importante na equipa de Tiago Fernandes.  Teve a sua quota-parte de responsabilidade na tarde apagada de Esgaio com uma postura defensiva competente e deu acutilância ofensiva ai Desp. Chaves. Aparece bem a finalizar no primeiro golo do jogo.

MOMENTO: cambalhota por Claudemir (80m)

Livre cobrado por Luís Martins de forma venenosa para a área flaviense, Erdem Sem faz um desvio no coração da área e é Claudemir a aparecer junto a segundo poste, livre de marcação a finalizar. Remate de priemira a bater António Filipe, a lançar o Sp. Braga para a conquista dos três pontos.

NEGATIVO: Lionn fora de combate aos dez minutos

Uma das novidades de Tiago Fernandes na equipa, Lionn teve de ser substituído logo aos dez minutos depois de ter sofrido falta num lance com Raúl Silva. Abordagem desnecessária do defesa bracarense, a fazer o Desp. Chaves ter de realizar uma substituição numa fase inicial do encontro.

OUTROS DESTAQUES

Bruno Gallo

O estratega do Desp. Chaves, tentando dar qualidade de jogo à equipa de Tiago Fernandes quando esta teve bola. O toque de bola esteve lá, assinou várias triangulações interessantes, contando com a cobertura de Erdem Sem e Jefferson.

Sequeira

Duas assistências para golo, demonstrando ter o pé esquerdo calibrado. Boa prestação no corredor esquerdo com dois cruzamentos a solicitar o desvio dos companheiros, tendo um papel decisivo no jogo.

William

Trabalhador nato na frente de ataque transmontana. Dadas as suas características foi o primeiro defesa, ajudando com a sua pressão desde o primeir0o momento de construção adversária e ainda deu trabalho com as suas movimentações ofensivas.  

Dyego Sousa

Cabeçada fulminante quando o Sp. Braga mais precisava, a igualar a partida. Depois de desperdiçar uma boa oportunidade, em mais uma boa prestação coletiva o atacante brasileiro cimentou a liderança da lista de melhores marcadores.