Siga o encontro entre Rio Ave e Boavista, AO MINUTO aqui, a partir das 19h00.

MOMENTO:

Rio Ave: face às enormes mudanças em relação à época passado, é surpreendente o quarto lugar ocupado pelos vila-condenses ao final de cinco jornadas. A formação de Vila do Conde ocupa o quarto lugar, em igualdade pontual com Marítimo e Sporting. Parte, à entrada para a sexta ronda, a três pontos do líder. A visita da pantera aos Arcos será um teste à invencibilidade caseira do Rio Ave.

Boavista: 13.º classificado, o conjunto de Jorge Simão apenas venceu um jogo (em Portimão) na abertura da liga. Empatou por uma vez e somou três derrotas. Um início irregular em contraste com o passado recente do técnico ao serviço dos axadrezados.

AUSÊNCIAS:

Rio Ave: Junio Rocha (castigo), Murilo, Joca, Nuno Santos, Ronan e Makaridze estão lesionados.

Boavista: Yusupha, Gabriel Nunes e Vasco Paciência (lesionados); Koneh condicionado.

DISCURSO DIRETO:

José Gomes: «O Boavista, pela orientação do seu treinador, é sempre muito aguerrido, forte nas transições, com grande capacidade de recuperar a bola para depois lançar ataques rápidos. Essas ideias são claras, não há intermitência. Os resultados, depois, é que podem ou não acontecer.»

Jorge Simão: «Aquilo que ele [José Gomes] tem vindo a fazer, e que não tem tido o devido destaque, tem sido absolutamente extraordinário. O Rio Ave pratica um futebol cerebral, pensado e de qualidade.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:

Este será o 37.º embate para a Liga. Nenhum dos emblemas consegue ter supremacia em relação ao outro. Em partidas entre os dois, Rio Ave e Boavista venceram o mesmo número - 14 - e empataram em oito ocasiões. No entanto, em jogos disputados em Vila do Conde, a supremacia pertence aos da casa: oito vitórias, cinco derrotas. Registaram-se ainda cinco empates.

EQUIPAS PROVÁVEIS:

Rio Ave:

Outros convocados: Paulo Vítor, Afonso Figueiredo, Monte, Coentrão, Schmidt, Diego Lopes, Bruno Moreira.

Boavista:

Outros convocados: lista não divulgada