Foi a classificação possível. Quero agradecer à massa associativa estes quatro anos em que estive cá. Tive um apoio incondicional deles em momentos bons e momentos menos bons.

A partir de agora vou pensar. Há várias situações. Vou estudá-las e depois vou tomar a melhor decisão para mim e para a minha equipa técnica para abraçar um projeto que nos dê garantias de qualidade. Fala-se muita coisa mas sinceramente não vou falar sobre situações que neste momento ainda não fazem parte.

O meu grupo de trabalho e aqueles que trabalharam comigo durante quatro anos, há uns que já não estão cá, mas queria agradecer porque foram importantes no meu crescimento como treinador. Evoluí muito com eles. Não conseguimos os nossos objetivos, mas em termos de empenho e trabalho não lhes posso apontar absolutamente nada.»