Declarações de Ivo Vieira, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, depois da vitória (2-0) sobre o Portimonense:

«Na primeira parte fomos uma equipa um pouco apática, em espera para ver o que o jogo podia dar. Na segunda parte retificámos algumas situações e o jogo foi completamente diferente para melhor da nossa parte. Os jogadores foram grandes pelo que desempenharam na segunda parte. O resultado é justíssimo, depois do segundo golo a equipa controlou o jogo, o Portimonense é fortíssimo no contra-ataque».

[Depois da paragem pode haver uma quebra?] «Temos uma saída à Covilhã, que não é um jogo fácil e depois vamos a Braga, em que não é fácil ganhar. Não vamos lá a pensar numa quebra, mas se não tivermos uma quebra o Moreirense vai lutar para ser campeão. Não é por ganhar três jogos que vamos jogar para perder. Os jogadores têm de aproveitar esta paragem para melhorar os índices físicos e desfrutar do momento, nada melhor do que estar nesta posição na tabela».

[Sexto lugar pode levar a repensar objetivos?] «Temos os pés bem assentes no chão. Disse que o meu desejo era que o Moreirense fizesse um campeonato tranquilo. A posição em que estamos é muito boa, mas sabemos que vamos encontrar muita pedra para partir. Se nos pudermos manter nestes lugares, entre o sexto e o oitavo, dentro desta caixa, seria fantástico. O importante é fazer os jogadores acreditar que podemos fazer uma boa época. É gratificante estar a passar um momento destes, mas ninguém está em sétimo e procura ficar em oitavo. Sabemos que o fosso para as cinco primeiras equipas é muito grande».