Declarações de Vítor Campelos, treinador do Moreirense, na sala de imprensa do Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, após o triunfo (1-0) frente ao Portimonense em jogo da 4.ª jornada da Liga:

«O essencial é os três pontos, o Portimonense até podia ter marcado, mas contabilizando as oportunidades de golo tivemos mais. Na segunda parte se tivéssemos tido mais discernimento podíamos ter conseguido outro resultado. Voltámos a entrar bem, marcámos cedo. Defrontámos uma excelente equipa, sabíamos que ia ser um jogo difícil, respeitámos o adversário e estamos felizes com os três pontos».

[Três jornadas sem sofrer golos] «Estamos contentes com o arranque, temos de ver a equipa num todo. Não são só os defesas que defendem, temos sido muito organizados, em alta competição o futebol é rigor, é detalhe e os jogadores têm sido inexcedíveis».

[Balanço até agora. Herança da época passada é pesada?] «Relativamente à época passada não sinto nada, vivo o pressente. Temos de dar os parabéns pela época passada, mas tenho de estar focado no meu trabalho porque saíram muitos jogadores. Sabemos qual é o nosso principal objetivo, ainda falta um longo percurso. Temos de trabalhar cada vez mais a cada dia com o mesmo rigor e profissionalismo porque só assim vamos dar continuidade».

[Paragem num bom momento?] «Paragem vem quando tem que vir. Estamos contentes porque temos vários jogadores chamados à seleção. Quando as coisas estão a correr bem é melhor dar continuidade, mas tenho a certeza que vamos trabalhar com o mesmo empenho, profissionalismo e dedicação».