A ambição do Moreirense para a receção ao Belenenses é «acabar o ano civil com uma boa exibição e a conquista dos três pontos». Após a derrota em Alvalade o técnico Vítor Campelos espera que a sua equipa volte a pontuar, acreditando na vitória mesmo projetando «um jogo extremamente difícil» este domingo diante do Belenenses.

«Temos de ser uma equipa forte e muito concentrada. Analisámos bem o Belenenses e sabemos bem o que pode fazer porque os processos estão identificados. Vai ser um jogo extremamente difícil, que vai exigir de nós o máximo de concentração, atitude e empenho. Mas, creio que preparamos bem o jogo e tenho a certeza que será um bom jogo porque vão defrontar-se duas boas equipas. Estamos apostados em ficar com os três pontos», referiu o treinador em conferência de imprensa.

A maioria dos pontos alcançados pelo Moreirense tiveram no fator casa um peso preponderante, pelo que o treinador acredita que também para o jogo com o Belenenses esse pode ser um dado a ter em conta. «Pelos resultados tem sido um fator benéfico porque temos amealhado o maior número de pontos em casa. Jogar perante o nosso público tem sido um bom indicador para nós. Desde o início dissemos que a nossa casa ia ser a nossa fortaleza», vincou.

Numa altura em que o mercado está prestes a abrir e o nome do guarda-redes Pasinato tem sido conotado como um dos mais valiosos do plantel, sendo inclusive associado ao Sporting, Vítor Campelos diz tratar-se de mérito de toda a equipa.

«Neste momento estamos a cumprir os nossos objetivos, que passam por valorizar jogadores. Queríamos ter mais pontos, mas estamos dentro do objetivo, que passa por ficar na Liga. Com a abertura do mercado pode haver interesse nos nossos jogadores, é sinal que estão a jogar bem e a valorizar-se. O mérito é de toda a equipa. Queremos potenciar jogadores, mas o mais importante hoje é o jogo com o Belenenses, que queremos ganhar», disse.

O jogo entre o Moreirense e o Belenenses está agendado para as 15horas deste domingo no Parque de Jogos Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos. «Chegar aos dezassete pontos e passar o Natal com uma vitória» é a ambição dos Cónegos.