FIGURA: João Pedro

Saiu do banco aos 78 minutos para rubricar mais três pontos para o Paços de Ferreira, ao apontar o penálti que decidiu o encontro. Quinto golo da temporada para o avançado.

MOMENTO: um castigo máximo decisivo (85m)

Fernando Fonseca colocou em João Amaral, que tocou perante a marcação de Henrique Buss. O árbitro considerou existir braço do central brasileiro dos azuis para grande penalidade e João Pedro, da marca dos onze metros, bateu Kritciuk, que quase defendeu mas não conseguiu evitar o 1-0.

P. Ferreira-Belenenses: toda a reportagem do jogo

OUTROS DESTAQUES

Bruno Ramires: mais solto na frente no apoio a Francisco Teixeira, o brasileiro do Belenenses fez um jogo positivo, ao conseguir alguns cruzamentos para a área e a aparecer, fazendo uso da sua altura, na área contrária a tentar concluir lances de cabeça.

Eustáquio: coeso a tentar fazer o meio campo do Paços de Ferreira jogar. Os espaços nem sempre foram muitos, mas o internacional canadiano raramente falhou e conseguiu ajudar a equipa a manter equilíbrios.

Afonso Taira: jogador com muita ação nos duelos diretos com os adversários, conseguiu contribuir dessa forma para a equipa manter-se imbatível… até ao lance que ditou o resultado final.

Fernando Fonseca: correu e batalhou muito pelo corredor direito do Paços de Ferreira, tentando acelerar para o ataque na procura de desequilíbrios quando o Belenenses (quase sempre) mostrou acerto nas marcações. A forma efusiva como festejou o triunfo no final espelhou a garra que impôs em campo.