O Portimonense defronta o Boavista, no próximo sábado, numa partida a contar para a 16.ª jornada da Liga. Apesar de jogar contra o último classificado, Paulo Sérgio pediu para a equipa não relaxar nem olhar para a tabela classificativa. 

«Não há aqui nada que diga que quem está em sétimo, oitavo ou nono esteja sossegado. Não há que olhar para a classificação neste momento, mas sim para as competências e as responsabilidades de cada um e procurarmos ser fortes do primeiro ao último minuto na luta pelo resultado», referiu, em conferência de imprensa.

O técnico dos algarvios apelou a «foco total» na luta pela vitória frente aos axadrezados. 

«Vai ser um jogo difícil e temos, uma vez mais, de focar-nos em nós, ir à procura da perfeição, da excelência, para pôr tudo em campo do primeiro ao último segundo de jogo», antecipou. 

Depois de uma vitória e um empate nos últimos dois jogos, Paulo Sérgio confessou que o plantel está mais confiante, mas apontou que o ponto somado fora na ronda anterior em Moreira de Cónegos «só terá impacto real, se conseguir agora os três pontos». 

O treinador prevê que um Boavista a discutir o resultado porque «é uma boa equipa, com um bom plantel e que este ano condicionou ao grupo jogadores de grande valia». 

«Aos jogadores experientes que transitaram da época passada, juntaram-se outros mais jovens com grande valia. Estamos avisados, concentrados e sabemos que vai ser um jogo difícil», concluiu. 

Infetado com Covid-19, Samuel é o único indisponível para o jogo do próximo sábado contra o Boavista (20h30).