Daniel Ramos, treinador do Desp. Chaves, em declarações na sala de imprensa do Estádio do Rio Ave, após a derrota por 1-0 frente aos vila-condenses, em jogo da 8.ª jornada da Liga:

«Não tenho dúvidas do que vou dizer. Fizemos mais do que o suficiente para levar pontos, inclusive podíamos ter ganho, com todo o respeito que tenho pelo Rio Ave. Dominámos e controlámos de forma permanente. Estivemos muito vivos no jogo. É meritória a forma como dificultámos o lado ofensivo do Rio Ave, com a exceção do lance do golo.

O jogo devia ter tido um desfecho diferente. Estivemos bem defensivamente e ofensivamente, pecámos apenas na finalização. Fomos inferiores nesse capítulo e, por isso, estamos tristes. Queríamos e merecíamos um resultado melhor.»

«As nossas aproximações não resultaram em finalização. Pela quantidade de vezes que chegámos à baliza contrária, temos de criar e concretizar mais. Precisámos de melhorar a agressividade e a decisão no último terço.

Quando sofremos o golo não estávamos à espera. Estávamos a criar e próximos de marcar. Depois arriscámos e a equipa respondeu bem. Desperdiçámos alguns minutos que podiam ter sido melhor aproveitados. Nos oito minutos de descontos não fomos tão eficientes como queríamos.»

[Classificação espelha diferença entre Rio Ave e Desp. Chaves?]: «Quem vê este jogo diz o quê? Ambas as equipas têm qualidade de jogo, já o demonstraram. São duas boas equipas do campeonato. Parabéns ao Rio Ave pela vitória, foi mais eficaz, mas a diferença está no que cada equipa está a aproveitar em termos de resultados. Não estamos a conseguir aliar os resultados às exibições que fizemos. Se assim fosse, estaríamos junto do Rio Ave. Fomos melhores, perdemos no resultado Tem um lado satisfatório e outro ingrato.»