Depois da estreia no Dragão, Miguel Cardoso vai realizar o primeiro jogo nos Arcos desde o regresso ao Rio Ave frente ao Nacional. O técnico, que sucedeu a Pedro Cunha, espera um «jogo competitivo». 

«Espero um jogo competitivo, contra uma equipa que tem um grande património de ideias adquiridas, por ser um grupo e um treinador que trabalham juntos há algum tempo. Nós queremos regular a equipa para comportamentos que queremos que sejam mais constantes», disse, em conferência de imprensa.

Os vilacondenses garantiram as contratações de Sávio, Rafael Camacho e Júnior Brandão no último dia do mercado. Em relação à janela de transferências, Miguel Cardoso mostrou-se satisfeito com o grupo que tem à disposição. 

«Estou satisfeito com a atitude do grupo e pela forma como este respondeu ao desafio que lançámos. Se esta resposta for permanente, as coisas vão mudar em termos daquilo que se vê em campo. A partir de agora é perceber, com o que temos, o que podemos fazer mais como coletivo», apontou o treinador do Rio Ave.

Apesar do pouco tempo de trabalho, o técnico pretende corrigir já nesta reação aos madeirenses algumas coisas que não correram bem contra o FC Porto, na ronda anterior. 

«O fundamental é percebermos como podemos fazer o nosso caminho e executar mais vezes aquilo que fizemos bem contra o FC Porto, para sermos mais competentes. Em função do equilíbrio que há no campeonato, os jogos vão ser decididos em pormenores. A nossa intenção é somar pontos em todos os jogos», analisou. 

Questionado se é possível repetir a prestação e as ideias que aplicou à equipa na sua primeira passagem pelo clube, em 2017/18, durante a qual conseguiu o quinto lugar no campeonato, Miguel Cardoso preferiu falar «num novo capítulo».

«Não sou o mesmo treinador, o grupo é diferente e o futebol português não é igual. Agora abrimos um capítulo novo e vamos procurar construir uma ideia de jogo que exalte o melhor daquilo que temos. Essa é a função de um treinador e tenho a certeza que vamos fazer coisas bonitas», atirou. 

Para a partida frente ao conjunto madeirense, Miguel Cardoso ainda não pode contar com os lesionados Junio Rocha, Jambor, André Pereira e Leandro.

O Rio Ave-Nacional está agendado para esta sexta-feira, às 17h00, nos Arcos.