Declarações de Carlos Carvalhal, treinador do Sp. Braga, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após o triunfo (2-1) frente ao Boavista:

«Este jogo vai para a galeria dos bons jogos que fizemos esta época. Foi muito positivo, contra um adversário difícil, conhecemos bem o Jesualdo Ferreira, muito fortes defensivamente, com muitos jogadores atrás da linha da bola. Fomos fortes na reação, tivemos várias oportunidades, e por ironia do destino, o Boavista apanha-se a ganhar no primeiro remate à baliza. Para dizer que esta vai para as melhores exibições da época tem a ver com isso, a nossa equipa nunca perdeu a serenidade nem se desequilibrou. Fomos uma equipa a circular bem a bola. Na segunda parte entrámos muito bem, depois da expulsão evidentemente se acentuou o que estou a dizer. Há uma transição do Boavista que podia ter dado golo, contra quatro oportunidades nossas. No geral foi uma boa exibição, a vitória acaba por ser sofrida sem necessidade disso porque não marcámos mais golos».

[Gaitán no seu melhor?] «A equipa vale pelo todo, trabalhou toda muito bem. O Nico está incluído nesse todo. Foi crescendo após o infortúnio das lesões, o grande desafio do Nico não foi na qualidade técnica, mas sim na competitividade. Hoje correspondeu a uma intensidade muito alta, roubou bolas, esteve agressivo no bom sentido, se calhar contagiado pela equipa. Foi mais intenso hoje, mais produtivo, é o grande desafio que ele tem, jogando o tempo que achámos que seria ajustado ele jogar».