Declarações de Carlos Carvalhal, treinador do Sp. Braga, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após o triunfo frente ao Famalicão (1-0), o sexto consecutivo do Sp. Braga:

«Vamos num contexto de cinco jogos a jogar de três em três dias, seis jogos a ganhar, um dérbi em que ficámos com nove, uma viagem à Ucrânia e depois este jogo. Escolhemos os jogadores que estavam mais frescos e fizemos um jogo a roçar o brilhantismo. Obrigámos o adversário a jogar no seu último terço, tivemos oportunidades consecutivas para fazer golo frente a uma equipa organizada. Tapámos as possibilidades de o Famalicão transitar. Foi uma vitória sofrida, pelas contingências do jogo, mas inteiramente justa frente a uma grande equipa; o ano passado o Famalicão fez um grande trabalho, o João Pedro foi o treinador revelação e este vai ser a confirmação porque o Famalicão vai melhorar. Não em lembro de ver uma equipa do João a jogar assim, no último terço. Tivemos capacidade para fazer isso».

[Braga preparado para reagir a todas as incidências?] «Fizemos o que tínhamos a fazer. O nosso problema foi a falta de eficácia, ao intervalo podíamos estar a vencer confortavelmente. O Famalicão foi estoico até final, mas demos a resposta que tivemos que dar. A nossa equipa foi intensa, criámos várias oportunidades, o que é difícil contra qualquer equipa do mundo que joga assim organizada na defesa. Obviamente que depois da expulsão fomos controlando com bola. Fizemos o que tínhamos a fazer, gerimos bem o tempo até final».

[Esperava estar com estes pontos e neste lugar?] «Não valorizo isso, a procissão ainda nem saiu do adro. Fizemos por merecer mais nos jogos em que perdemos pontos, penso que quer no Dragão quer com o Santa Clara merecíamos nitidamente mais».

[Ricardo Horta fora da ficha de jogo substituído por Gaitán] «O Ricardo Horta não jogou porque não estava em condições para jogar, infelizmente. Não joga em Leicester e dificilmente jogará contra o Benfica. O Gaitán está a ser gerido, está na pré-época, não esperava que jogasse tanto tempo, se calhar a lesão do Ricardo Horta acelerou».