O momento:


SPORTING: A presença na pré-eliminatória da Liga dos Campeões foi garantida na última jornada, mas os «leões», que somam quatro vitórias consecutivas e oito jogos sem perder, estão perto também de garantir a entrada direta na prova europeia. Uma vitória sobre o Gil Vicente deixaria isso praticamente arrumado (ou mesmo consumado, se o FC Porto escorregasse), e inviabilizaria também que o Benfica se sagrasse campeão com uma vitória sobre o Arouca, em Aveiro. A esperança no título, agora ténue, continuaria viva.

GIL VICENTE: Depois de um longo ciclo negativo, a equipa de João de Deus conseguiu dois triunfos consecutivos no início de março, mas agora voltou a quebrar, somando quatro jogos consecutivos sem vencer. A despromoção dificilmente será uma realidade, mas a tão falada meta dos trinta pontos está a três de distância.

Ausências

SPORTING: -

GIL VICENTE: Luan Scoplan, João Vilela, Bruno Moraes e Cláudio Pitbull lesionados.

Discurso direto:

LEONARDO JARDIM: «O Gil é uma equipa essencialmente de transição. Na sua linha ofensiva tem vários jogadores rápidos, com muita mobilidade, como o Hugo Vieira e o Caetano. Precisamos de ter muita anteção a essa qualidade do adversário e ultrapassar isso. Temos de ter qualidade de ciculação, de posse, de jogo nos corredores.»

JOÃO DE DEUS: «não só por ser um grande clube, mas sobretudo por estar a fazer um campeonato muito bom, o Sporting é favorito para este jogo, mas não vamos ser uma equipa submissa. Existem três resultados possíveis, por isso há sempre hipóteses de pontuar. Temos de ser competentes, conseguir interpretar bem os momentos do jogo e perceber que temos de ser capazes de anular as dinâmicas que o adversário tem. Quando tivermos a bola temos de ser audazes e, de alguma forma, tentar desestabilizar o adversário.»

Histórico de confrontos:

O Sporting já recebeu o Gil Vicente em dezasseis ocasiões para o principal escalão do futebol português, e só concedeu uma derrota e dois empates. A tal única vitória gilista tem doze anos, e o Sporting venceu os cinco duelos disputados desde então.

Equipas prováveis:



Outros convocados: Marcelo Boeck, Dier, Vítor, Gerson Magrão, Heldon, Carrillo, Wilson Eduardo e Montero



Outros convocados: Caleb, Peks, Luís Martins, Daniel Faria, Pedró, Leandro Pimenta, Vítor Gonçalves, Alphonse, Simy, Avto, Brito, Paulinho e Mosquera