Marcos Acuña vai falhar o embate do Sporting com o Moreirense, em Alvalade, no próximo domingo, depois de ter sido punido pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol com um jogo de suspensão, na sequência da expulsão no final do jogo com o Gil Vicente, para a Taça da Liga, por acumulação de amarelos.

Além de um jogo de suspensão, o defesa argentino terá ainda de pagar uma multa de 153 euros pelos cartões que viu nesse jogo. Uma suspensão que pode abrir as portas ao regresso de Cristián Borja à titularidade no lado esquerdo da defesa dos leões no jogo da 13.ª jornada da Liga.

Na lista de castigos, destaque também para a multa de 408 euros aplicada ao Benfica por reincidência no atraso do reinício do jogo, neste caso no embate com o Sp. Covilhã, para a Taça da Liga, com a equipa de Bruno Lage a apresentar-se em campo, para o início da segunda parte, com quatro minutos de atraso, sem qualquer justificação.  O Vitória de Guimarães também foi autuado, em 327 euros, por se ter atrasado, em três minutos, no reinício do jogo com o V. Setúbal, na mesma competição.

Ficou ainda em análise o comportamento dos adeptos nos jogos do Benfica na Covilhã e do Sporting em Barcelos, neste caso ainda dependente dos relatórios da polícia.