Com 27 anos, Naldo diz que se adaptou rapidamente a Portugal: «A adaptação foi muito boa, muito rápida. Consegui assimilar bem o trabalho do Jorge Jesus. Já ganhámos a Supertaça, estamos a liderar o campeonato e, pessoalmente, estou a crescer cada vez mais nos treinos.»

Titular indiscutível na equipa de Jorge Jesus, o brasileiro não poupou elogios ao peruano André Carrillo, nesta altura suspenso pelo clube, no momento de eleger o jogador do Sporting que mais o surpreendeu pela qualidade.

«O Carrillo. Ele é um jogador diferenciado, com muita qualidade no passe, boa movimentação… É o jogador mais completo que temos e o mas difícil de parar. Ele inferniza os defesas adversários», disse, antes de acrescentar mais alguns nomes à lista.

«Mas tem outros também. O Mané e o Gelson Martins, que são dois portugueses que são novos ainda e vão crescer muito, o próprio Matheus... Eles também me impressionam», prosseguiu. Questionado especificamente sobre Matheus Pereira, Naldo também destacou a qualidade do jovem brasileiro: «Ele tem um talento fora do comum, muita qualidade e ainda é muito novo. Ele está crescendo, amadurecendo e com certeza é um grande talento que em breve vai explodir.»

Ser campeão pelo Sporting é o grande desejo do central, afirmando que não falta nada à sua equipa para conseguir isso, incluindo o trabalho do treinador, Jorge Jesus, que tem feito o plantel melhorar.

«Quero ser campeão pelo Sporting. Temos tudo: equipa, muita qualidade, muitos jogadores bons e só tenho que crescer ainda mais com um treinador que é sempre rígido, firme nos seus pensamentos, e a equipa está conseguindo mais conhecimento com o trabalho e a filosofia dele».

Naldo fala também, em particular, de Jorge Jesus, que considera ser um «ótimo treinador», que melhora individualmente cada jogador e que «entende muito da parte tática».

«É um treinador firme, sério, que faz sempre o seu trabalho a 100 por cento. É rígido e quer o melhor do jogador. Ele acrescenta muito na carreira de cada um e aumenta o nível de casa um. Deixa-nos trabalhar de forma tranquila, mas sempre com seriedade. Nos treinos ele é sério, mas depois ele fica mais descontraído».

O central brasileiro revelou que as preocupações do treinador são a Liga Europa e a Liga Portuguesa. «Ele já deixou claro que temos de ser campeões nacionais e conseguir a vaga na Champions League», disse.

Sobre a recente vitória no clássico, frente ao Benfica, Naldo diz que «os adeptos do Sporting gostaram muito», e que há a esperança de que Jorge Jesus traga de volta a Alvalade o trofeu de campeão português.

Em Espanha, o brasileiro teve de defrontar os dois gigantes do futebol, Messi e Ronaldo, e elege o argentino como o mais difícil de travar.

«O Messi é impressionante. Ele tem muitas opções de jogo. A bola gruda no pé dele, mesmo quando ele está a ser pressionado por três, quatro jogadores. Ele tem muito mais opções do que Cristiano Ronaldo, que também tem a sua qualidade, o seu talento, a sua habilidade, mas o Messi é mais completo e difícil de marcar».

Naldo foi do Brasil para o Bolonha e passou também pelo Udinese, esteve no Getafe e agora, no Sporting, quer mostrar o que vale para cumprir um dos seus objetivos pessoais: ser chamado à seleção do Brasil.