«Tenho um passado e estou identificado com o F.C. Porto, mas agora defendo outra camisola e quero fazer o melhor possível, é uma eliminatória decisiva e só penso em ter um resultado positivo, não penso que seja um jogo especial para mim», argumentou, em conferência de imprensa, na Luz.

Ora, como se falava dos azuis e brancos, perguntou-se a Lucho o que achava da derrota frente ao Arsenal, por 5-0, e se o facto de ter saído do clube influencia a época menos conseguida. O argentino fintou a questão: «Não me parece que seja o momento para falar sobre isso.»

Sobre o regresso, sim, um discurso especial: «Estou em Lisboa, gostava de voltar ao Porto. Mas é um país que me tratou muito bem, em especial a cidade do Porto. É bonito voltar a Portugal.»