«Este momento no PSG é negativo para mim na seleção. Preciso considerar as minhas opções, porque jogar pelo Uruguai é muito importante para mim» afirmou depois de ter sido titular na goleada sofrida pela «celeste» diante da Colômbia (4-0).

Explicando as razões que o levaram a ficar em Paris, mesmo depois de perceber que não merece a confiança de Ancelotti, Lugano abriu o jogo: «Tenho um bom salário, vivo em França e estou num grande clube, e isso motivou-me a ficar», admitiu.