flash interview

Ainda assim, Machado reconheceu que «o Sp. Braga entrou claramente melhor do que nós, mas o Bracalli não tinha feito nenhuma defesa de relevo até ao penalty, que foi um lance algo discutível, junto à linha de fundo». Frisando que a sua equipa foi a melhor depois do intervalo, Machado apontou a expulsão de Alonso como momento determinante: «O jogo pendia para as nossas cores quando demos um tiro no pé, o que aconteceu é uma ingenuidade, e vinda de um jogador experiente. Mas o primeiro amarelo também é discutível, pois há algum exagero do árbitro», acrescentou.

Lembrando que a cinco jornadas do fim «o Nacional é a tal equipa que está só à frente de um dos mais cotados clubes nacionais, com jogadores escolhidos à la carte, de grande qualidade e experiência», Machado reclamou mais crédito para o trabalho efectuado pela sua equipa: «Se alguém tem mérito são os que envergam a camisola preta e branca. Acredito que vamos chegar aos 50 pontos, se for em quarto ou em quinto lugar, isso é o menos. Mas o plantel do Braga é de grande qualidade e está bem à frente dos seus concorrentes, por isso Nacional, Leixões e Marítimo com ferramentas menores, têm mais mérito», concluiu.