Desde 1991/92, na sua época de afirmação no Sporting, Luís Figo ultrapassou sempre a fasquia dos trinta jogos, com uma pequena excepção, em 2001/02, já no Real Madrid, em que ficou a apenas um jogo de atingir a casa das três dezenas. Apesar da transferência tardia para Milão, no arranque da presente temporada, depois de ainda ter feito uma digressão com o Real Madrid pela Ásia, o internacional português estreou-se na Série A a 28 de Agosto e, até ao último sábado, somou trinta jogos em outras tantas jornadas.

Entre os portugueses que representam clubes estrangeiros (ver quadro do «Made in»), apenas Pauleta, avançado do Paris Saint Germain, consegue ombrear com Figo, somando os mesmos trinta jogos, mas com mais uma jornada realizada. A inevitável comparação com os «galácticos» do Real Madrid só pode deixar o internacional português, dispensado no final da época, satisfeito. Figo manteve um rendimento elevado, bem destacado à frente dos seus antigos companheiros: Roberto Carlos (26 jogos), Beckham (22), Zidane (20) e Ronaldo (19).

Numa comparação mais alargada entre as principais estrelas do futebol europeu, Luís Figo continua a brilhar mais alto, somando mais jogos do que os consagrados Ronaldinho (Barcelona/25 jogos), Shevchenko (Milan/23), Henry (Arsenal/24), Van Nistelrooy (M. United/27), Trezeguet (Juventus/26) ou Lampard (Chelsea/28) .

Luís Figo, época a época

2005/06 (Inter Milão), 30 jogos/5 golos

2004/05 (Real Madrid, 33/3

2003/04 (Real Madrid), 36/8

2002/03 (Real Madrid), 33/10

2001/02 (Real Madrid), 29/7

2000/01 (Real Madrid), 34/8

1999/00 (Barcelona), 32/9

1998/99 (Barcelona), 34/7

1997/98 (Barcelona), 35/5

1996/97 (Barcelona), 36/4

1995/96 (Barcelona), 35/5

1994/95 (Sporting), 34/7

1993/94 (Sporting), 31/8

1992/93 (Sporting), 32/0

1991/92 (Sporting), 34/1

1990/91 (Sporting, 3/0

1989/90 (Sporting), 3/0

Luís Figo entre «estrelas»:

Luís FIGO (Inter Milão), 30 jogos/5 golos

Pauleta (PSG), 30/17

Wiltord (Lyon), 30/11

John Terry (Chelsea), 30/2

Cambiasso (Inter Milão), 29/5

Córdoba (Inter Milão), 29/4

Rooney (M. United), 29/12

Kaka (Milan), 29/8

Seedorf (Milan), 29/3

Xabi Alonso (Liverpool), 29/3

Carragher (Liverpool), 29/0

Hyypia (Liverpool), 29/0

Lampard (Chelsea), 28/14

Defoe (Tottenham), 28/8

Gallas (Chelsea), 28/3

Casillas (Real Madrid), 28/0

Cech (Chelsea), 28/0

Nistelrooy (M.United), 27/19

Nuno Gomes (Benfica), 27/14

Adriano (Inter Milão), 27 /13

J. Moutinho (Sporting), 27/3

Etoo (Barcelona), 26/22

Trezeguet (Juventus), 26/20

Luis Garcia (Liverpool), 26/6

R. Pires (Arsenal), 26/5

Del Piero (Juventus), 26/10

Lucho Gonzalez (F.C. Porto), 26/8

Nedved (Juventus), 26/4

Roberto Carlos (Real Madrid), 26/4

Quaresma (F.C. Porto), 25/4

Aimar (25/4)

Ronaldinho (Barcelona), 25/3

Henry (Arsenal), 24/19

Liedson (Sporting), 24/13

Mido (Tottenham), 24/11

Julio Cruz (Inter Milão), 24/10

Cristiano Ronaldo (M. United), 24/8

Micoud (W. Bremen), 24/5

P. Vieira (Juventus), 24/4

Luisão (Benfica), 24/1

Thuram (Juventus), 24/0

Shevchenko (Milan), 23/18

Makaay (Bayern), 23/12

Drogba (Chelsea), 23/8

Deco (Barcelona), 23/3

Verón (Inter Milão), 23/0

Morientes (Liverpool), 22/4

Beckham (Real Madrid), 22 /1

Ljungberg (Arsenal), 21/0

Ballack (Bayern), 20/12

Zidane (Real Madrid), 20 /6

Ronaldo (Real Madrid), 19 /10

Messi (Barcelona), 17/6