Miguel Cardoso não poupou nas críticas aos jogadores do Celta de Vigo após a derrota caseira da equipa galega contra o «aflito» Athletic Bilbao.

«Não gosto de perder e estar a falar e a sorrir para os adversários: isso mata-me. Não gosto de falar com os adversários quando temos de lhes marcar golos e tenho de o dizer: não é atitude de quem quer ganhar», afirmou o treinador português, que numa primeira instância se referia particularmente à atitude de Pione Sisto, avançado dinamarquês que foi lançado em campo já na segunda parte.

A derrota por 2-1 dentro de portas elevou para três o número de jogos consecutivos sem vencer do Celta para a Liga espanhola, mas os sinais dados pelos jogadores foram desta vez diferentes para pior. «Até agora eu estava satisfeito com o que via. Agora fiquei impressionado negativamente pela forma como chegámos aqui e nos esquecemos de tantas coisas coisas que vínhamos a fazer.»