Na equipa da casa estiveram Nuno Assis e Margaça na equipa titular, com este último a inaugurar o marcador logo aos dois minutos. No banco ficaram ainda Hélder Cabral e Cristóvão.

O APOEL teve Mário Sérgio e Nuno Morais desde o início, mas a grande figura foi Fernando Cavenaghi. O experiente argentino marcou os dois golos da equipa anteriormente treinada por Domingos Paciência. 

A jogar em casa, o Omonia lá chegou ao empate, de penálti, aos 78 minutos, por Sheridan.

Este resultado mantém o Omonia no quinto lugar e o APOEL na frente da tabela.

FICHA DE JOGO DO OMONIA-APOEL