Miguel Laranjeiro, presidente da Federação de Andebol de Portugal e Francisco Blázquez García, líder da Federação Espanhola assinaram nesta sexta-feira um protocolo com vista à organização do EHF Euro 2028.

A formalização da candidatura ibérica está agendada apenas para maio, mas os dois responsáveis, reunidos na sede do Comité Olímpico de Portugal, afirmaram que este é o início de «um trabalho intenso com vista a alcançar uma candidatura vencedora».

«É a primeira vez que Portugal e Espanha se unem ao nível do andebol para fazerem uma candidatura a um grande evento internacional», elogiou Miguel Laranjeiro.

Blázquez García enalteceu também que, além da organização da fase final do Europeu de 2028, este protocolo pretende contribuir para a evolução do andebol em ambos os países.

«Já passou muito tempo desde que não trabalhávamos em conjunto, com o nosso país irmão, que é Portugal, no entanto, o objetivo não é apenas chegarmos ao EHF Euro 2028, mas evoluirmos em conjunto, no âmbito de arbitragem, formação, andebol de praia, seleções nacionais e na organização de uma Copa Ibérica, onde possam competir as melhores equipas espanholas e portuguesas», referiu.