Para além de arriscar um castigo desportivo, Cristian pode ainda ser preso. É que o Ministério Público abriu um processo, por entender que o caso se enquadra no artigo 40, que fala em «provocar tumulto ou portar-se de modo inconveniente ou desrespeitoso». A pena prevista, caso seja considerado culpado, é de 15 dias a seis meses, embora possa ser convertida em multa ou trabalho comunitário. O jogador, esse, nem quer acreditar na possibilidade de ser preso. «Existem outras coisas para resolver no nosso Brasil. É inacreditável», disse Cristian.

Veja o golo e os festejos de Cristian: