«É uma situação nova. Vamos tentar dar a volta por cima e ter um bom desempenho frente a um grande adversário», disse o médio em Óbidos: «É um jogo de extrema importância, com maior responsabilidade. Acredito que vai ser um jogo muito duro, muito intenso, mas temos todas as condições para vencer.»

Maniche assume que «independentemente de jogar bem, o importante é ganhar». «Se conseguirmos jogar bem e ganhar, melhor», adianta.

A zona intermediária é, porventura, aquela que motiva mais dúvidas nesta altura. Os problemas físicos de Deco não são o único ponto de interrogação, mas Maniche acredita que, jogue quem jogar, a tarefa será cumprida. «O mais importante é que todos estejam bem. Quem jogar vai dar tudo, vai dar o seu contributo e tentar ajudar a equipa», disse o jogador. «Estamos habituados a qualquer esquema, e a jogar com maior ou menor pressão. O importante é estarmos bem e concentrados», acrescentou.

Sobre o facto de jogar mais uma vez no Estádio do Dragão, Maniche assume que é «mais uma alegria».