(Manú) Boa tarde! Já cá estou para responder as vossas perguntas. Quando quiserem podem começar. Olá a todos!

Qual achas que foi a principal razão para não teres ficado no plantel do Benfica este ano?

MANÚ: Talvez o facto do treinador ser estrangeiro e não me conhecer.

Sentiste que podias ir para ao Benfica em Janeiro?

MANÚ: Havia essa possibilidade, mas acabou por não acontecer. Não fiquei afectado com isso pois sempre estive determinado no Estrela.

Esperas estar no plantel do Benfica na próxima época?

MANÚ: Claro que espero! Quero fazer pelo menos a pré-época para poder mostrar o meu valor e depois se correr bem ser mais um jogador para poder ajudar o Benfica. Depois do que tenho estado a fazer esta época o próximo passo será esse.

Vais ser o sucessor do Simão no Benfica? Estás preparado para isso?

MANÚ: Penso que não vou ser o sucessor de ninguém. Irei para lá apenas com o intuito de ajudar o Benfica.

Qual é a sensação de ser emprestado pelo Benfica e ver depois contratações para a mesma posição, mas de valor muito mas mesmo muito inferior (em que depois acabam também por ser emprestados)?

MANÚ: Não sou eu que escolho. Se fosse eu a escolher teria outras opções.

Gostavas de levar o Semedo contigo para o Benfica?

MANÚ: Claro que gostava. Apesar de jogarmos há pouco tempo juntos já nos conhecemos muito bem e ele é um grande jogador.

Acreditas que o Benfica vai superar o obstáculo Barcelona?

MANÚ: O Benfica joga primeiro em casa, serão 11 jogadores em campo para cada equipa, e podem surpreender se tiverem a sorte do jogo.

Porque acha que o Benfica está tão fraco nesta fase final da época?

MANÚ: Talvez devido ao facto de estarem em todas as competições tenham apresentado algum cansaço. Não é fácil explicar...

O que achas do Carlitos, teu companheiro de equipa do Benfica, e do facto de ele até agora não ter provado o seu verdadeiro valor? É o «peso da camisola»?

MANÚ: Não! É um bom jogador e se calhar não devia ter ido para o Benfica naquela altura. Talvez o melhor tivesse sido rodar num clube de primeira Liga e só depois integrar o plantel principal do Benfica. Aí a sorte teria sido outra.

Já te imaginaste a ser capitão do Benfica?

MANÚ: Não! Quem sabe um dia isso possa acontecer, mas nunca imaginei.

Qual é a sensação de jogar no Estádio da Luz?

MANÚ: É boa. É um grande estádio, com muito público e isso sempre bom para um jogador.

Se tivesses que ficar mais um ano a rodar por empréstimo, como reagias a essa situação?

MANÚ: Ia reagir bem. Teria de continuar a trabalhar para depois ter nova oportunidade. É preferível jogar regularmente do que estar num clube e não ser opção.

Se eventualmente não regressares ao Benfica, verás com bons olhos o ingresso num dos outros dois grandes?

MANÚ: Claro que sim! Quero realizar-me profissionalmente e mostrar o meu valor onde me derem oportunidade.